Teste não acusou presença de álcool no caminhoneiro que provocou acidente com 2 mortes na BR 472


O teste do etilômetro (bafômetro), feito no motorista do caminhão Mercedes Benz 915 C, com placas de Entre-Ijuís, que provou a morte de duas mulheres e outra gravemente ferida, não confirmou a presença de álcool. Conforme a PRF - Polícia Rodoviária Federal de Ijuí, o tacógrafo apontou que ele transitava há uma velocidade de 80 quilômetros por hora, quando atingiu os cinco veículos.

 

De acordo com a PRF, o local estava devidamente sinalizado, para a realização da manutenção da pista e o trânsito estava interrompido. Mesmo assim, o caminhão Mercedes Benz não parou e atingiu os veículos que estavam na fila aguardando liberação para seguir viagem. Primeiramente, atingiu a traseira de um Corsa de Florianópolis, que foi projetado, colidindo em uma Honda Biz de Santa Rosa, em um L200 de Santo Augusto e uma Pajero de Boa Vista do Buricá.

 

Morreram no local Joice Escarban Fernandes, 33 anos que residia em Santa Rosa, era passageira da motocicleta e a tresmaiense, Jorací Pires de Lima, 56 anos, que era passageira do Corsa com placas de Santa Catarina.

 

O acidente

De acordo com populares e pessoas envolvidas no acidente, o trânsito estava parado, no sentido de Três de Maio/Santa Rosa, para homens realizarem o conserto da rodovia. Neste instante, o caminhão Mercedes Benz 915 C, com placas de Entre-Ijuís, não conseguiu parar e atingiu em cheio a traseira do Corsa, que bateu na motocicleta, atingindo também as duas caminhonetes Mitsubishi.

 

O trânsito ficou interrompido nos dois sentidos da rodovia, até às 21 horas.

 

 

Fonte: No Ar Notícias

Postado por Lucas Mumbach

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter