Prefeito de Três de Maio e direção do HSVP se reúnem debater atendimento de urgência e emergência do hospital pelo SUS


O prefeito de Três de Maio, Olívio José Casali, recebeu em seu gabinete o diretor executivo do Hospital São Vicente de Paulo, Samuel Meoti, a Irmã Sônia Grass, o gerente de Atendimento da Instituição, Gelson Luis Schneider e o diretor clínico do HSVP, Dr. Reinaldo Sawitzki.

A reunião serviu para discutir sobre assuntos pertinentes à instituição HSVP, em referência ao convênio Portas-Abertas, assinado entre o hospital e o Governo do Estado e que vence no próximo dia 20 de agosto de 2015, no qual o hospital recebe um valor mensal de R$ 105 mil, visando o atendimento de urgência e emergência do hospital pelos usuários do SUS.

O diretor-executivo da Instituição, Samuel Meoti, ressaltou o interesse do hospital em continuar com o atendimento de urgência e emergência, mas salientou que se o Estado continuar não repassando os valores em atraso com o hospital, o cancelamento destes tipos de atendimento será inevitável. "Atualmente o HSVP não tem condições de manter os serviços de urgência e emergência, pelo grande gasto financeiro deste", destaca.

Samuel também explicou que o déficit nas contas do hospital se deve em função do convênio Portas-Abertas com o Estado e que contempla cerca de 900 atendimentos de urgência e emergência por mês, sendo que o número destes ultrapassam os 1.500/mês.

Na oportunidade, o diretor clínico do HSVP, Dr. Reinaldo Sawitzki, enalteceu a recepção e a interferência do Executivo Municipal, perante as demandas do hospital, principalmente nas questões da urgência e emergência para com os munícipes tresmaienses e regionais. Reinaldo acrescentou ainda, que neste momento de crise em que vive o Brasil, especialmente na área da Saúde é imprescindível o apoio e a articulação do prefeito Olívio José Casali, aos setores competentes da Saúde no Estado e principalmente para com o governador José Ivo Sartori.

O prefeito informou que o Executivo está à disposição do HSVP para auxiliá-los a conseguir os recursos e dar continuidade aos atendimentos de urgência e emergência, através do convênio Portas-Abertas. Casali ressaltou ainda, que fará uma análise criteriosa, junto com o setor da Secretaria Municipal de Fazenda, para que o Executivo Municipal possa retornar com o repasse de cerca de R$ 50 mil por mês, vindo a ser incluído a partir do mês de agosto.

Na ocasião, a comitiva do HSVP, pediu ao Executivo Municipal, que fosse feita uma intervenção junto ao Governo do Estado, no sentido da possibilidade de um reajuste no valor repassado com referência a tabela do SUS, bem como, a possibilidade de pagamento sobre a produção, haja vista, que os números apresentados pela comitiva, ultrapassam aos previstos pelo convênio Portas-Abertas, salientando de que a entidade HSVP, é referência regional e não atende somente o município de Três de Maio e sim toda a região.

Participaram da reunião a secretária de Saúde, Jacira Taborda; o chefe de Gabinete, Leandro Maehler (Pato Roberto); o procurador geral do município, Jorge Wachter; o presidente da Câmara de Vereadores, Cleiton Felipe dos Santos e o vereador Luiz José Lena.

Fonte: Imprensa Prefeitura Três de Maio
Postado por: Lucas Mumbach

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter