Plantão de Noticias


  • - Um micro ônibus de uma empresa particular disparou sem motorista e invadiu o pátio de uma casa no centro de Independência. O caso inusitado aconteceu na manha da ultima quarta-feira (20), quando por motivos desconhecidos, o coletivo disparou sozinho e depois de andar cerca de 50 metros invadiu uma propriedade, sendo que cruzou entre duas casas e somente parou depois que passou por cima de uma pequeno muro e após ter amortecido a velocidade em uma cerca viva.  Ninguém se feriu.  O coletivo realiza transporte escolar de forma terceirizada para a prefeitura de Independência.
  •  

  • - Ontem(21), por volta das 22h ocorreu um grave acidente de trânsito, em Santo Antônio das Missões.  O acidente envolveu um Ford Focus de Santo Antônio das Missões, que colidiu com uma carreta de uma empresa da cidade de Pelotas. Segundo informações da Brigada Militar, a carreta era conduzida por um homem de 30 anos, que ao tentar fazer o retorno para estacionar em frente a uma cooperativa não viu o Focus, que seguia no mesmo sentido da carreta trevo-cidade.  O motorista do Focus, Tielison Guilherme Pizzato, de 21 anos, não conseguiu frear em tempo de evitar a colisão na lateral da carreta.  No banco do carona estava Lucas Alves Fraporti, de 22 anos.  Os dois jovens tiveram ferimentos e foram socorridos pelo SAMU, e encaminhados ao Hospital São Luiz Gonzaga.
  •  

  • - A 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça negou, na quarta-feira (20), os recursos movidos por três dos réus acusados de participação na morte de Bernardo Uglione Boldrini, em 4 de abril de 2014.  O desembargador Honório Gonçalves da Silva Neto, que havia pedido vista na sessão passada, acompanhou o relator Sylvio Baptista - que manteve a sentença de pronúncia do juiz de Três Passos Marcos Luís Agostini./// Foram negados os recursos do pai de Bernardo, Leandro Boldrini, da madrasta Graciele Uguline, e de Evandro Wirganovicz, mantendo o júri dos três.  Edelvânia Wirganovicz não havia recorrido e também será julgada pelo Tribunal do Júri.  A desembargadora Cláudia Maria Hardt também acompanhou os demais sobre a pronúncia dos réus e negou os recursos. Ainda não há uma data marcada para o júri dos réus do Caso Bernardo. O julgamento pode acontecer ainda em 2016, caso não ocorra alguma demora atípica.

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter