Daer começa recuperação da rodovia ERS-342 entre Ijuí e Catuípe


Um dos principais corredores rodoviários da Região Noroeste do Rio Grande do Sul começou a ser revitalizado. A Secretaria dos Transportes e o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), iniciaram, nesta semana, as obras de restauração da ERS-342, entre os municípios de Ijuí e Catuípe.
Os serviços integram o Programa Restauro, que é uma das prioridades do Acordo de Resultados firmado entre o governo, as secretarias estaduais e os órgãos vinculados. No total, serão investidos R$ 7,3 milhões financiados pelo Banco Mundial (Bird). "Diante de um cenário de grandes desafios, temos que trabalhar com escolhas e vencer os obstáculos um a um. O restauro da ERS-342 é um exemplo disso e, a partir da orientação do governador José Ivo Sartori, trabalhamos fortemente em conjunto com o Daer para que essa obra seja feita de forma ininterrupta", afirma o secretário dos Transportes, Pedro Westphalen.

As frentes de serviço iniciaram as intervenções no acesso ao município de Catuípe e percorrerão os 18,3 quilômetros até o entroncamento com a BRS-285, em Ijuí. Além da recuperação de camadas do pavimento, estão sendo executadas a limpeza dos dispositivos de drenagem, a pintura de pontes e a roçada da vegetação às margens da estrada. A previsão é que na próxima semana comece a ser implantada a nova capa asfáltica no trecho.
De acordo com o diretor-geral do Daer, Rogério Uberti, a obra qualificará a ligação entre Cruz Alta e outros municípios da região Noroeste, como Santa Rosa e Três Passos. "É uma região de extrema importância para a economia gaúcha, sobretudo no transporte de gêneros agrícolas", ressalta. "É mais um lote que estamos iniciando no Programa Restauro e que comprova a nova postura adotada pelo Daer, para dar mais agilidade e eficiência aos serviços que a comunidade exige."

Na região, o término do restauro da ERS-342 é aguardado com ansiedade pelos moradores. Para o arquiteto de Ijuí Ricardo André Coradini, 44 anos, o investimento trará inúmeros benefícios, como a redução de acidentes, economia no consumo de combustível e menos tempo para se deslocar entre os municípios. "Vi essa estrada sendo pavimentada em 1982. É uma excelente obra que teve sua durabilidade estendida por muitos anos", comenta. "Você sair de casa e saber que terá uma viagem tranquila por conta de uma estrada sem buracos e bem sinalizada é uma preocupação a menos em nossos dias atribulados."

A recuperação da ERS-342 integra o lote 7 do Programa Restauro, que inclui, ainda, a ERS-155 entre Santo Augusto e o entroncamento com a BRS-285, em Ijuí. O trecho de 67,6 quilômetros receberá R$ 24,4 milhões em investimentos e será revitalizado pelo Daer a partir da próxima semana. Os trabalhos envolvem a reconstrução do pavimento, substituição de camadas e implantação da capa asfáltica e a limpeza dos dispositivos de drenagem.

Programa Restauro

Com obras previstas em 700 quilômetros de rodovias pavimentadas em diversas regiões do Rio Grande do Sul, o Programa Restauro já soma 48% do cronograma concluído. Os serviços são executados pelo Daer e financiados pelo Banco Mundial, que estabelece parâmetros de excelência a serem cumpridos na recuperação completa das estradas previstas nos contratos. A proposta é aplicar soluções que garantam a durabilidade do pavimento e, consequentemente, a segurança no tráfego dos trechos rodoviários.

De 2015 até agora, o governo do Estado investiu R$ 190 milhões no programa. Entre as rodovias já restauradas estão a ERS-717 (Tapes), a ERS-715 (Sentinela do Sul), a ERS-168 (Bossoroca - São Luiz Gonzaga) e a ERS-561 (São Nicolau - Roque Gonzales).


Texto: Júlio Cunha Neto/ Ascom Daer

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter