SIMERS pede abertura de negociações com hospital de Três de Maio para formalização de contratos


A direção do Hospital São Vicente de Paulo, em Três de Maio, está com prazo esgotado para responder uma notificação do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (SIMERS) a respeito dos vínculos dos médicos com a instituição, quantos profissionais atuam e da formalização de contratos dos profissionais. O prazo para resposta esgotou-se na sexta-feira passada, dia 16, sem que as informações tenham sido prestadas ao Sindicato. A notificação foi recebida pela instituição em 07 de junho, com vencimento em cinco dias úteis.
 
Em reunião com os médicos, no início de junho, o SIMERS foi informado de que existem atrasos nos pagamentos dos serviços médicos de sobreaviso de especialidades e de plantões. Os médicos que atuam na UTI também estariam com demora na quitação dos valores. Segundo o SIMERS, os profissionais não têm contratos firmados com o hospital e muitos são chamados de outras cidades para efetuarem serviços pontuais.
 
Como os médicos relataram a inexistência de contratos e de regulamentação na relação com o hospital, o Sindicato decidiu solicitar as informações. O SIMERS aguarda o retorno da administração para que as negociações sejam abertas o mais rápido possível, a fim de regularizar a situação e resguardar os direitos dos profissionais.

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter