UTI do Hospital Dom Bosco credenciada pelo Ministério da Saúde


SANTA ROSA - Há aproximadamente 9 anos atrás, foi iniciada a meta de construção de uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) no Hospital Dom Bosco mantido pela Associação Abosco. Durante esse período muitos fatores ocorreram como por exemplo, a busca por equipamentos e todas as dificuldades para a ativação do setor de custou em torno de R$ 2,5 milhões de reais.
A Unidade foi concluída há pelos menos dois anos e desde então o hospital vinha buscando o credenciamento junto ao Ministério da Saúde. Após muitas articulações, inclusive com o Ministro da Saúde, Ricardo Barros, através de um aditivo extra para o setor da saúde, a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Dom Bosco finalmente conseguiu o credenciamento para seu funcionamento, e o repasse de R$ 300 mil reais já a partir desde mês. Ainda segundo Dr. Milton Dummel, no último dia 01º de novembro começou a fase de treinamentos teóricos dos funcionários que estarão atuando na unidade. Ele ressaltou que serão pelos menos 36 novos postos de trabalho com 08 a 10 profissionais médicos autônomos, ou seja, não terão vinculo empregatício com a unidade de saúde, já os demais profissionais serão registrados nos parâmetros da Consolidação da Leis Trabalhistas (CLT). Nesta segunda-feira, dia 07 de novembro, a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) já estará apta para receber os primeiros pacientes. Dr. Milton Dummel afirmou que, a pedido do responsável técnico da unidade, Dr. Marcos Christensen, intensivista, que também exerce a mesma função no Hospital Vida e Saúde, no inicio serão internados apenas de 4 a 5 pacientes na primeira semana de funcionamento. A meta será proporcionar uma atenção especial aos mesmos. Logo após esse período a unidade estará pronta para receber até 10 pacientes. O Presidente da Associação Abosco, afirmou que somente com o funcionamento da UTI haverá um aumento no faturamento do hospital em torno de 50 a 60%, no entanto, se acrescido em termo de ampliação de serviços na emergência, internações clinicas, e blocos cirúrgicos, poderá haver o dobro do faturamento chegando finalmente a um equilíbrio nas finanças da entidade hospitalar, Dr. Milton Dummel admitiu que nos últimos meses o Hospital Dom Bosco vem atrasando as folha de pagamento dos funcionários chegando a efetuar parcelamento dos valores, desta forma há a convicção que através do funcionamento da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) a unidade hospitalar terá um incremento financeiro em pelos menos 90 dias que possibilitará honrar com os compromissos contábeis do Hospital.
Segundo Dr. Milton Dummel, apesar de existir atualmente uma indicação de estado de greve por parte do Sindicato da Saúde de Santa Rosa (SINDISAÙDE), ele percebe que "95% dos funcionários não comungam da mesma posição", fato que foi contrariado pelo Presidente do Sindicato da Saúde que através de um movimento colheu assinaturas para a iniciar uma greve caso o pagamento dos salários sofressem mais atrasos.
Existe a possibilidade de que na próxima sexta-feira, dia 11 de Novembro, o Governador do Estado José Ivo Sartori, juntamente com o Secretário da Saúde, João Gabbardo dos Reis e o Ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Gasparini Terra estejam em Santa Rosa, onde na oportunidade ocorrerá o anúncio do cronograma de pagamento por parte do governo estado para o funcionamento da Hemodinâmica e da Cirurgia Cardiovascular no Hospital Dom Bosco. A afirmação, segundo Dr. Milton Dummel, partir do Vice- governador, José Paulo Dornelles Cairoli.

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter