Greve dos bancários completa 30 dias e atinge 55% de agências e centros no país


A greve dos bancários chega aos 30 dias nesta quarta-feira (5) e alcança a maior paralisação nacional dos bancos, que aconteceu em 2004, de acordo com a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro. Até esta terça-feira (4), 13 mil agências e 44 centros administrativos estavam fechados, o que significa 55 por cento do total de agências de todo o Brasil.
 
Entre as reivindicações, os bancários pedem o reajuste de 14,78 por cento nos salários, sendo cinco por cento de aumento real, considerando a inflação de 9,31 por cento.
 
Antes de a greve começar, no dia 29 de agosto, a Federação Brasileira de Bancos propôs o reajuste de 6,5 por cento. Depois do início da paralisação, outros dois reajustes de sete por cento foram propostos, mas foram rejeitados pelos trabalhadores, que decidiram manter a greve por tempo indeterminado.
 
Para as pessoas que precisam pagar contas, a recomendação dos bancos é que procurem caixas eletrônicos, lotéricas e correspondentes bancários. Nesses locais, é possível fazer o pagamento de contas como água, luz e boletos de cobranças, além realizar saques em conta corrente.
 

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter