Segurados do INSS começam a ser convocados para revisão dos benefícios por auxílio-doença


75 mil cartas com convocações de beneficiários do auxílio-doença estão sendo enviadas a partir desta semana. Nesta primeira fase, serão chamadas para realizarem uma nova perícia médica as pessoas com até 39 anos de idade que recebem o beneficio, mas não passaram pela avaliação dos peritos do INSS nos últimos dois anos. 

Análises feitas pelo governo federal mostram que há pessoas recebendo o auxílio-doença por prazos muito mais longos do que o devido. Depois de receber a carta de convocação, o beneficiário deverá entrar em contato para agendar a perícia. O governo quer garantir, com a medida, que o pagamento dos benefícios seja feito para quem realmente precisa, como destaca o secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, Alberto Beltrame. 

No total, o governo federal irá chamar cerca de 1 milhão e 700 mil segurados da aposentadoria por invalidez e do auxílio-doença. A estimativa é que hoje são gastos mais de 6 bilhões de reais com pagamentos indevidos. O secretário Alberto Beltrame ainda reforçou que ninguém precisa correr para as agências do INSS em busca da nova avaliação. 
Quem não entrar em contato com o INSS em até cinco dias úteis após o recebimento da carta terá o benefício suspenso e só voltará a ser pago após o comparecimento à agência. Em todo o país, mais de 2 mil e quinhentos médicos peritos participarão da revisão. 

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter