Agroindústria Familiar é incentivada em Alegria com acesso a crédito


O município de Alegria, com pouco mais de 4.300 habitantes, tem se destacado com o trabalho de incentivo à agroindustrialização. Nesta terça-feira (07/11), dois produtores do município, proprietários de agroindústrias, assinaram o contrato de crédito do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento dos Pequenos Empreendimentos Rurais (Feaper), vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), com recursos conquistados por meio do Processo de Consulta Popular 2016 e contratados com o Badesul.  O ato foi realizado com a presença de lideranças, na Câmara de Vereadores.
 
Uma das beneficiadas é a agroindústria de derivados de leite que Rosinei Airton Kusiak mantém com a esposa Andrieli Kusiak, na Linha Kusiak. O montante de R$ 23.666,00 será utilizado para a aquisição de equipamentos para a produção de derivados como queijo, iogurte, nata e doce de leite. O valor será parcelado e deve ser quitado até 15 de novembro de 2022, com um ano de carência.
 
A empreendedora rural Luciane Patz Braum e seu marido Nardel Ovidio Braum também assinaram contrato no valor de R$ 23.929,13. O recurso será utilizado para a aquisição de equipamentos para a agroindústria de panificados, situada na localidade de Espírito Santo. "Acredito que estamos no caminho certo, além do acesso ao crédito, tive a oportunidade de participar de cursos de capacitação no centro de treinamento da Emater em Bom Progresso nas áreas de gestão, boas práticas e panificados".
 
Nos dois casos de contratos assinados via Feaper, será concedido um desconto de 80%, a título de bônus de adimplência, em relação ao valor da parcela paga até a data de vencimento.
 
O extensionista da Emater/RS-Ascar Arlindo José Moura de Almeida destacou que o recurso é resultado da mobilização da comunidade de Alegria no processo de Consulta Popular, promovido pelo Governo do Estado, e sua forma de destinação foi discutida no Conselho Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural. "O Conselho priorizou atividades estruturantes no município como a agroindústria familiar, a atividade leiteira e a infraestrutura das propriedades. A necessidade de agregação de valor à produção é cada vez maior. Neste sentido, a agroindustrialização é uma importante estratégia para geração de emprego e renda", reiterou.
 
Diante da conquista e do novo contexto que toma forma em Alegria, o prefeito, Gustavo Teixeira Bigolin, destacou que este recurso é muito bem investido, uma vez que a partir dele o produtor passa a ser um empreendedor rural. "É preciso olhar com carinho e atenção para o que é daqui e investir no que é daqui, por isso da importância de se estimular as agroindústrias. É muito bom poder contar, neste sentido, com o apoio da Emater", acrescentou.
 
O gerente regional da Emater/RS-Ascar, Ademir Renato Nedel, destacou que a disponibilização do recurso reforça a importância do instrumento de consulta popular e mostra que vale a pena participar. O gerente também parabenizou pelo investimento em um ramo em que se pode multiplicar a produção e a renda. "Agroindustrialização é uma forma de se manter com mais renda no meio rural, sendo solução para muitas famílias", afirmou.
 
Fonte: Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar - Regional Santa Rosa
Jornalista Deise A. Froelich

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter