Temporais devem atingir Estado em dois períodos de novembro, conforme alerta climático da RGE


Depois de um outubro marcado por temporais que castigaram o Estado e obrigaram vários municípios a decretar situação de emergência, novembro deve ter um clima mais ameno. Pelo menos é o que indica o monitoramento climático adquirido pelos Centros de Operações Integrado (COIs) da RGE e RGE Sul junto a um instituto privado de meteorologia. As concessionárias utilizam o estudo do clima como uma de suas ferramentas para o planejamento de ações emergenciais em casos de contingências. 
 
Conforme a análise dos modelos climáticos, ainda não há um cenário favorável, com a atual configuração, para a formação dos fenômenos El Niño ou La Niña. Já em relação aos oceanos, na costa Oeste da América do Sul as águas estão com mais frias. Entre o Norte da Argentina e São Paulo, uma massa de água quente está se expandido e não impede a passagens de frentes pelo país.
 
Com isso, novembro deve ter um período com clima mais severo, ainda no seu início, entre os dias 3 e 5 e outro no final do mês, dividido em dois intervalos: nos dias 25 e 26 e também nos dias 29 e 30. O Norte do Estado deve ter a maior incidência de chuva, ventos e descargas atmosféricas.  

Fonte: Assessoria de Imprensa RGE

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter