Potencial produtivo do trigo poderá ficar abaixo do esperado na região


O atraso no plantio das lavouras de trigo, provocado pelo excesso de chuvas ocorridas nos meses de maio e junho, pode contribuir para o baixo desempenho da cultura na região de atuação da Coopermil.

Conforme o Engenheiro Agrônomo Sérgio Schneider, Gerente Técnico da Coopermil, as lavouras que tem sido visitadas pela equipe técnica e por ele mesmo, não conseguiram se desenvolver adequadamente. "Temos observado plantas com pouco perfilhamento, atrasadas em altura e desparelhas, e com isso, estão comprometendo o potencial produtivo", comenta Schneider.

Por enquanto, segundo Schneider, pode-se avaliar o comprometimento no desenvolvimento das lavouras de trigo, mas ainda é cedo para avaliar a qualidade do grão que ainda está se desenvolvendo. Portanto, neste momento, a recomendação técnica da cooperativa para os produtores é a possibilidade de fazer uma complementação de nitrogênio nas lavouras e isso, "deve ser avaliado individualmente por cada produtor, considerando a viabilidade econômica" destaca o Gerente Técnico da Coopermil.

Outro fator a se considerar são as doenças e pragas presentes nas lavouras. "Foram encontrados alguns focos de ferrugem no trigo e também a presença de pulgões nas lavouras visitadas", comentou Schneider. Tanto a ferrugem quanto os pulgões, devem ser combatidos para evitar ainda mais perdas nas lavouras de trigo da região.

 

 Aline de Mattos
Analista de Marketing

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter