Salá Lilás - acolhimento humanizado e seguro para mulheres vítimas da violência em Santa Rosa


SANTA ROSA - Um espaço de acolhimento, privativo e seguro é a definição da Sala Lilás, onde as mulheres vítimas de violência aguardam os atendimentos da perícia clínica, da psíquica e do serviço psicossocial disponibilizados pelo assistência social e demais setores responsáveis pelo atendimento das vítimas.
O projeto está sendo desenvolvido em conjunto pelo Gabinete da Primeira Dama, Gabinete do vice-prefeito e Secretaria de Planejamento Urbano e Habitação, sob coordenação de Solange Griza, Condenadora de Políticas para Mulher e de Marta Nascimento Coordenadora do Centro de Referência da Mulher.
Os recursos são oriundos de uma parceria entre o município, CONSEPRO - Conselho Comunitário Pro-Segurança Pública, Ministério Publico do Trabalho, Poder Judiciário através da Comarca de Giruá e Instituto de Segurança Pública com Interveniência do Instituto Geral de Perícias - SSP/IGP - RS. O ato de assinatura do início da obra ocorreu em Porto Alegre, com a presença do Secretário de Obras, Saneamento e Habitação do Estado, Fabiano Pereira e do Vice-Prefeito, Dr. Luis Antônio Benvegnú.
A Sala contará com uma área de 79,63 m² e será executada pela Construtora Nilson Silva de Souza e Cia Ltda. Os investimentos previstos serão no valor de R$ 228.928,99.
De acordo com Benvegnú, o local, além de atender vitimas de violência doméstica, pretende também abrigar cursos e estará aberto diariamente para as mulheres que quiserem frequentá-lo.

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter