Clima favorece e colheita se intensifica na região de atuação da Coopermil


A qualidade do plantio, o clima favorável e a assistência técnica correta do início ao fim do ciclo agregam valor ao trabalho do produtor na propriedade, o qual já começa a obter bons resultados.

A colheita da soja na região da atuação da Coopermil está se intensificando diariamente com o clima favorável e até agora, conforme as informações repassadas pela equipe técnica que tem acompanhado os produtores nas lavouras, é ótima.

Se de um lado, o preço apresentou queda nos últimos dias, acompanhando a tendência do mercado internacional, está sobrando produtividade. O Engenheiro Agrônomo Sérgio Schneider, Gerente Técnico da Coopermil, está visitando algumas lavouras e vê bons resultados na colheita. "Nosso trabalho é buscar soluções através das tecnologias disponíveis no mercado para dividir as experiências com nossos produtores e auxiliá-los a produzirem mais com qualidade e rentabilidade. Acompanhamos nossos produtores em cada momento, do plantio à colheita, e neste ano, especificamente, estamos muito entusiasmados com o que estamos vendo", destaca Schneider.

Nos municípios de Santa Rosa, Santo Cristo, Tuparendi e Três de Maio, estima-se que até o final da tarde de terça-feira, 28 de março, cerca de 30% das lavouras já haviam sido colhidas. Em Cândido Godói e Novo Machado a colheita atingiu cerca de 25% na mesma data. Já no município de Giruá, onde a Coopermil possui 4 estruturas de recebimento de grãos (duas na cidade, uma em Mato Grande e outra em Santo Antônio), a área colhida ainda está na fase inicial e estima-se que chegou à 10% e Cruz Alta 5%, considerando o período de plantio.

As Unidades de Recebimento e Armazenagem de Grãos da Coopermil estão trabalhando em horários especiais para atender aos produtores que estão entregando a soja e as equipes de trabalho foram ampliadas para atender com mais agilidade e qualidade. A colheita da soja na região deve seguir até o final de abril e em algumas propriedades, até a primeira quinzena de maio (soja safrinha).

Na grande maioria das áreas colhidas até o momento, a produtividade supera a safra do ano passado, em média de 5 a 10 sacas de soja por hectare. "Se continuar esta produtividade devemos colher na região, uma média superior a 60 sacas por hectare" ressaltou Schneider.

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter