Cpers projeta greve a partir do dia 15 de março


Educadores de todo o país prometem realizar assembleias em todos os estados brasileiros no Dia Internacional da Mulher, 8 de março. Segundo o Cpers Sindicato, além da data simbólica demarcar a luta das mulheres por igualdade, o dia também servirá para debater os rumos da educação do país e o combate à proposta de alteração da previdência no modelo apresentado pelo governo federal.

A presidente do Cpers Sindicato, Helenir Schürer, afirmou na tarde desta quarta-feira, na Rádio Guaíba, que a partir de quinta-feira começam as assembleias regionais pelo estado para que seja possível ouvir as pautas que os educadores desejam discutir na assembleia geral, no dia 8, no Estádio Gigantinho, em Porto Alegre. A presidente garante, no entanto, que uma greve poderá ser desarticulada a partir do dia 15 de março se o governo do Estado não atender a um pedido de audiência solicitado pelos educadores para debater as pautas dos professores.

"Até agora não temos ainda a formação da mesa de negociação que na greve passada o governo tinha se comprometido em chamar no segundo semestre. Então estamos agora reunidos, inclusive, na direção (do Cpers), estamos enviado para o Palácio Piratini mais um pedido de audiência para tratarmos desse assunto. E dependendo da conversa com o governo, poderemos levar alguma proposta para a assembleia que possamos analisar e definir se faremos greve ou não. Mas, até este momento, está, sim, na nossa pauta, a deliberação de iniciar uma greve por tempo indeterminado. E a categoria, soberanamente, democraticamente, vai analisar e vai decidir", explicou Helenir.

A presidente do Cpers também afirma que os educadores temem que haja falta de professores em áreas específicas, mas garante que irá acompanhar de perto esse número. O Cpers também declarou que fez uma denúncia à Secretaria Estadual da Educação que o governo, por falta de professores, estaria unindo turmas de séries diferentes. A reportagem da Rádio Guaíba já pediu explicações, também, à pasta da Educação.

Fonte: Correio do Povo

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter