31% das famílias de 72 cidades brasileiras se consideram tão endividadas quanto no ano passado


Trinta e um por cento das famílias de 72 cidades brasileiras fecharam janeiro endividadas. E continuam tão endividadas quanto estavam no mesmo mês do ano passado.  A informação é de uma pesquisa realizada pelo instituto de pesquisa Pulso Brasil, encomendada ao Departamento de Pesquisas Econômicas da Federação das Indústrias. 

As famílias que não se consideram endividadas são 27%, seguidas pelas menos endividadas (22%) e mais endividadas (19%) no início de 2017. A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos.
 
Enquanto entrevistados das classes A, B e C relataram estar praticamente no mesmo nível de endividamento em relação ao início de 2016, as outras classes D e E informaram não possuir dívidas no início deste ano.
 
A pesquisa destacou que 66 por cento dos entrevistados afirmaram não ter dívidas em bancos, porém, os que possuem, que são 12 por cento, relatam que apesar das dificuldades para o pagamento, conseguem pagar no prazo estipulado pelo banco. Já os inadimplentes, somam em 7 por cento.
 
A avaliação também apontou que 54 por cento afirmaram ter dificuldade de pagamento nas contas de serviços, como luz, telefone, aluguel, mensalidade de planos de saúde, mas que todos conseguem pagar em prazo. 
 
68 por cento dos entrevistados informaram que não conseguem deixar de pagar uma dívida e, deste total, 32 por cento declararam que deixariam de quitar alguns compromissos. 
 
Reportagem, Tayssa Bryto

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter