Infrações no trânsito gaúcho crescem mais de 122% em dez anos


Dados estatísticos do trânsito no Rio Grande do Sul registrados pelo Detran/RS desde 2007 informam que o número de infrações cresceu na ordem de 122,5%, passando de 1,56 milhão em 2007 para 3,47 milhões em 2016. No período, mantiveram-se constantes no ranking de infrações mais cometidas pelos condutores gaúchos: em primeiro lugar, o excesso de velocidade (1,70 milhão em 2016); em segundo e em terceiro lugares, as infrações relacionadas ao veículo e as vinculadas a estacionamento.

O crescimento dos números reflete os esforços de fiscalização de diversos órgãos federais, estaduais e municipais. Embora não haja um estudo específico, o Detran/RS   afirma que  a redução da acidentalidade constatada nos últimos anos está diretamente relacionada à diminuição da sensação de impunidade entre os condutores. “Se hoje temos 14% de mortes a menos, é também porque o condutor tem consciência que o seu comportamento infracional  será constatado pela fiscalização, reduzindo a impunidade no trânsito e os riscos decorrentes (lesões e mortes), pois quanto maior a fiscalização menor o número de acidentalidade”,  relata  o diretor-geral do Detran/RS, Ildo Mário Szinvelski.

Para Marcelo Ferreira, chefe da Divisão de Infrações do órgão executivo estadual de trânsito, diversos fatores influenciaram o aumento da quantidade de autos de infrações incluídos no sistema do Detran/RS.  Foram implementados aperfeiçoamentos tecnológicos nesse período, como a automação para validação pelo próprio sistema dos dados informados pelo operador, a conferência do preenchimento de campos obrigatórios de acordo com a legislação (placa, código do órgão autuador  e série do auto de infração, local, código da infração e outros).

É preciso ainda levar em consideração o aumento da frota de veículos registrados no Estado e o incremento da tecnologia na fiscalização, incluindo a instalação de equipamentos eletrônicos modernos. O Detran/ RS disponibiliza gratuitamente aos órgãos de trânsito há dois anos o Talonário Eletrônico de Multas - TEM, software homologado pelo Denatran que possibilita o registro da autuação da infração de trânsito em smartphone ou tablet, com utilização de impressora portátil, o que facilita em muito a fiscalização e o preenchimento do auto de infração. Todas essas medidas tornam o sistema de infrações mais ágil e contribuem para o aumento de inclusões consistentes de autos de infração de trânsito no sistema do Detran/RS, reduzindo os erros de lançamentos e garantindo maior efetividade da aplicação das autuações realizadas pelos órgãos de trânsito do Estado.

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter