Confirmado carnaval de rua em Santa Rosa


Após uma reunião realizada entre os representantes das Escolas de Samba de Santa Rosa e a Administração Municipal, ficou confirmado o carnaval de rua no município. Ficou acertado também que caberá à administração pública o apoio logístico que porventura o evento necessitar.        

Segundo Antônio Vilson Pereira, presidente da Etnia Africana e da Escola de Samba Vó Isabel, “ficou acertado que as escolas de samba de Santa Rosa gostariam de fazer o carnaval, não deixar passar em branco esta data, pois já havíamos pensado isso há algum tempo e temos interesse de manter, porque faz parte da cultura, não obstante as pessoas confundirem, acharem que o carnaval é uma manifestação afro, não, o carnaval é uma manifestação universal.                        

Os representantes das três Escolas de Samba de Santa Rosa estiveram reunidos com prefeito em exercício Luiz Antônio Benvegnú e disseram a ele da vontade realizar o carnaval. 

RECURSOS PARA O EVENTO
“Queremos sim o apoio do município, não queremos dinheiro, apenas que o município faça sua parte, libere a avenida e coloque seu equipamento de som, não queremos que o município gaste nenhum centavo, que nem um recurso público entre no caixa das escolas de samba de Santa Rosa, nós iremos buscar a verba na iniciativa privada. Como isso será feito ainda está em estudo, iremos conseguir com que esse carnaval seja autossuficiente, onde nós não gastemos, mas que também não tenhamos lucro, o lucro é a cultura em si,” afirmou Antônio Pereira. 

DATA E LOCAL
Existem duas datas previstas, dia 25 ou 27 de fevereiro, pois entre essas duas datas existe um evento em Santo Cristo. O local de realização do Carnaval de Rua será a rua em frente ao Tape Porã, na rua Cruzeiro do Sul, entre a Qualitec e a Tao Danceteria. “Isto primeiro deverá ser acertado com prefeitura, que sabe qual o melhor local para não atrapalhar o trânsito e que as pessoas possam estacionar seus veículos e participarem do carnaval”, disse Antônio.             

O DESFILE
O desfile contará também com a participação da Escola de Samba Improviso, de Santo Ângelo, que virá com a sua bateria, considerada bateria “Nota 10” no carnaval passado da cidade e em contrapartida Santa Rosa irá a Santo Ângelo dia 25 de março quando lá será realizado o carnaval.

Conforme Antônio, “teremos que mexer em algumas fantasias, iremos sair com o mestre-sala, porta-bandeira, será misturado, integrado. Temos a proposta é que o samba enredo seja “Vó Júlia 100 Anos”, que foi feito para 2016, é inédito. Então cantaríamos os três sambas das escolas e mais este proposto. A previsão de duração será de torno de uma hora e meia com a possibilidade de ainda colocarmos em cima de um caminhão, não palco locado pela prefeitura e fazer talvez entre meia ou uma hora de marchinha com o grupo “Gente da Noite”, e todos aqueles que quiserem participar estão convidados. Será feita apenas uma passagem das escolas e quanto ao restante ainda estamos organizando, pois vamos aproveitar as fantasias, a ideia é que ninguém confeccione fantasias e sim reciclem o material que tem”.

As laterais da avenida serão compostas por mesas que serão comercializadas para ajudar no custeio das despesas. Salgadinhos bebidas e Lanches também serão vendidos.

“A ideia é a de realizar um carnaval autossustentável, a venda destes lanches e bebidas serão feitas por empresas que têm um alvará para poderem operar com esse tipo de material (alimentos), tudo dentro de uma forma legal. 

Iremos também convidar todos os blocos de carnaval que quiserem organizadamente passar na avenida junto conosco e participar da festa”, finalizou Antônio Vilson Pereira.                     


Fonte: site Santa Rosa em Dia

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter