Esclarecimento oficial sobre a mobilização estudantil no IFFar


O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha é uma instituição federal de educação profissional e tecnológica com sede administrativa em Santa Maria/RS e constituída por 11 campi localizados em Alegrete, Frederico Westphalen, Jaguari, Júlio de Castilhos, Panambi, Santa Rosa, Santo Ângelo, Santo Augusto, São Borja, São Vicente do Sul e Uruguaiana, além de oito Centros de Referência (Candelária, Carazinho, Não-me-Toque, Quaraí, Rosário do Sul, Santiago, São Gabriel e Três Passos) e 35 polos de educação a distância.
Nossa comunidade acadêmica é composta por mais de 15 mil estudantes e 1,5 mil servidores docentes e técnico-administrativos em educação, atuando em atividades de ensino, pesquisa e extensão nas regiões Central, Noroeste e Oeste do Rio Grande do Sul.
O IF Farroupilha faz parte da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (RFEPT), integrada por instituições multicampi e pluricurriculares situadas em todas as regiões brasileiras, composta por mais de 650 unidades, em 568 municípios, que executam amplo espectro de políticas públicas educacionais, focadas no mundo do trabalho e na perspectiva humanística, cuja concepção prioriza a inclusão social e a formação integrada de mais de um milhão de jovens e adultos, em toda diversidade, em especial, os menos favorecidos.
Diante de notícias inverídicas que vem sendo veiculadas em blogs e redes sociais, além de denúncias e manifestações improcedentes sobre o processo de mobilização que os estudantes deste IF Farroupilha deflagaram recentemente, vimos informar que:
1) Os estudantes do IF Farroupilha encontram-se mobilizados em protesto contra as medidas impostas pela PEC 241, pelo PLP 257 e pela MP 746, entre outras;
2) Compreendemos como absolutamente legítima a mobilização estudantil considerando os efeitos negativos que a drástica redução do financiamento público imporá às Instituições Federais de Ensino e à educação pública brasileira;
3) Enquanto instituição pública de Educação Profissional e Tecnológica comprometida com a formação integral de jovens e adultos respeitamos o caráter democrático do movimento e o direito à livre manifestação de nossos alunos e alunas;
4) Todas as atividades realizadas pelos estudantes - ocupações, atos públicos, palestras, rodadas de discussão - são planejadas e executadas por eles, sob coordenação da Comissão Multicampi do Movimento Estudantil do IFFar. A participação de servidores em algumas delas se dá de forma espontânea, como expressão de apoio às causas defendidas pelos estudantes ou mediante convite àqueles que, por sua formação profissional, podem contribuir com a discussão das temáticas. Não há qualquer forma de coação, indução ou constrangimento praticada por professores ou servidores técnico-administrativos em educação deste Instituto Federal: qualquer afirmação nesse sentido é falaciosa;
5) Estudantes de todos os campi deste Instituto estão mobilizados sendo que, até esta data, oito campi encontram-se ocupados. Mesmo com a ocupação a maioria das atividades institucionais estão preservadas e ocorrendo dentro de relativa normalidade, inclusive as aulas;
6) Todas as atividades realizadas pelos estudantes são absolutamente pacíficas, sem conotação partidária e cercadas de cuidados com o patrimônio institucional. Estudantes menores de idade presentes às ocupações são expressamente autorizados por seus responsáveis legais;
7) Foi expedida orientação da Pró-reitoria de Ensino para subsidiar os registros de aulas, atividades letivas e registros de (in)frequência durante o processo de mobilização estudantil. O memorando PROEN nº 141/2016, encaminhado a todas as Direções Gerais e Direções de Ensino dos campi deste Instituto, está disponível no Portal institucional (www.iffarroupilha.edu.br);
8) A mobilização dos estudantes obedece programação específica em cada campi, coordenada pelos Grêmios Estudantis e Centros Acadêmicos, além de agenda unificada estabelecida pela Comissão Multicampi do Movimento Estudantil do IFFar. Houveram ações unificadas no dia 29 de setembro, em Santa Maria, e a próxima ocorrerá no próximo dia 20 de outubro, nas imediações de todos os campi deste Instituto, segundo informado pela Comissão Multicampi.
Por fim, cabe informar que em todos os campi e na reitoria deste Instituto tem ocorrido, entre os servidores e com a sociedade, momentos de reflexão e discussão sobre a PEC 241, o PLP 257 e a MP 746, assim como sobre as Propostas de Diretrizes Orçamentárias e de Lei Orçamentaria 2017, considerando a relevância e os impactos institucionais que tais temáticas podem determinar no futuro da educação pública e dos Institutos Federais.
Santa Maria/RS, 14 de outubro de 2016.
Carla C. Jardim
Reitora

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter