LAVA JATO: Em nova fase da operação, Polícia Federal prende o ex-ministro Guido Mantega


O ex-ministro da Fazenda Guido Mantega foi preso na manhã desta quinta-feira (22) pela 34ª fase da Operação Lava Jato, da Polícia Federal. O mandado é de prisão temporária.
 
Segundo o advogado do ex-ministro, os policiais foram até a casa de Mantega no início da manhã para cumprir mandados de busca e apreensão. Como ele não estava em casa, os agentes foram ao hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde o ex-ministro acompanhava a mulher, que passou por uma cirurgia. Lá, Mantega foi preso pelos policiais.  
 
Os agentes estão nas ruas desde a madrugada desta quinta para cumprir os 33 mandados de busca e apreensão, oito de prisão temporária e oito de condução coercitiva. As ordens judiciais estão sendo cumpridas em São Paulo, no Rio de Janeiro, em Minas Gerais, no Rio Grande do Sul, na Bahia e no Distrito Federal.
 
Nessa fase da operação, estão sendo investigados fatos relacionados à contratação de empresas pela Petrobras, para a construção de duas plataformas para a exploração de petróleo na camada do pré-sal. De acordo com o Ministério Público Federal, além de Mantega, são alvos da operação executivos das empresas Mendes Júnior e OSX Construção Naval S.A., assim como representantes de empresas por elas utilizadas para o repasse de vantagens indevidas.
 

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter