Acidentes nas rodovias estaduais caem mais de 25%


Um levantamento realizado pelo Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) aponta redução de cerca de 25% no número de acidentes nos últimos dois anos, nas rodovias estaduais do Rio Grande do Sul. Essa queda é resultado do programa de fiscalização eletrônica, gerenciado pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), para aumentar a segurança nas estradas.

Em 2015, foram registrados 10.026 acidentes nas estradas da malha estadual fiscalizadas pelo CRBM, em parceria com o Daer. São 3.320 ocorrências a menos em comparação a 2013, e 2.261 a menos do que em 2014. Este ano, o índice de acidentalidade também apresentou queda. Entre 1º de janeiro e 31 de julho, houve 4.660 acidentes nas rodovias estaduais, o que representa uma redução de 25,86% em relação ao mesmo período de 2015. 
Houve diminuição, também, no número de mortes. Em 2015, foram 414 óbitos ocasionados por acidentes na malha viária do Estado. O levantamento aponta redução de 23,47% em comparação a 2013. A tendência é comprovada em 2016. Entre janeiro e julho, houve 13,5% menos mortes nas rodovias estaduais do que no total dos primeiros sete meses do ano passado. 
De acordo com o diretor de Operação Rodoviária do Daer, Rogério Uberti, os equipamentos eletrônicos de controle de velocidade operados pela autarquia têm auxiliado nas estatísticas. "Temos um total de 227 faixas monitoradas por pardais e lombadas eletrônicas e pretendemos ampliar essa fiscalização", afirma. Só este ano, mais de 245 milhões de veículos passaram pelos dispositivos e menos de 1% foi multado. "Isso só comprova que nossos equipamentos não têm caráter arrecadatório, mas visa, especialmente, a segurança nas nossas estradas", complementa o diretor-geral do Daer, Ricardo Nuñez. 
O CRBM também fiscaliza o excesso de velocidade na malha viária estadual, com o uso de pardais móveis adquiridos em parceria com o departamento. De janeiro a julho de 2016, os equipamentos portáteis já multaram mais de 268 mil motoristas infratores. 
Década pela Segurança Viária 
Diante do número de 1,3 milhão de vítimas fatais a cada ano, a Organização das Nações Unidas (ONU) proclamou, entre os anos de 2011 e 2020, a Década de Ação pela Segurança Viária. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), anualmente são gastos 518 bilhões de dólares em acidentes de trânsito, dos quais 65 bilhões de dólares em países de baixa e média renda, incluindo o Brasil. As despesas com violência no trânsito giram em torno de 1 e 1,5% do Produto Interno Bruto (PIB) de países como o nosso. 

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter