Comitiva da AMGSR teve audiência com Secretário Gabbardo em PoA


Depois de diversas tentativas e ajustes na agenda, a Comitiva de prefeitos  da AMGSR,  foi recebida pelo Secretário Estadual de Saúde - João Gabbardo dos Reis, na última semana em Porto Alegre.

Coordenada pela Presidente do COFRON - Prefeita de Porto Vera Cruz - Vanice Helena de Matos e  pelo ex-presidente da AMGSR - Prefeito Olívio Casali foi apresentado ao Secretário  uma série de reivindicações  da Região, como: Solicitar que seja estabelecida uma  Ordem Cronológica de pagamentos das pendencias;   Previsão de pagamentos nos repasses atrasados; Reajuste dos Programas e incentivos como: UPA, SAMU, SAÚDE BUCAL, HOSPITAIS, ESF, NASF e outros; Funcionamento da  UTI ABOSCO;  Traumatologia - Serviço de Urgência  e Emergência e Média complexidade no Hospital São Vicente de Paula de Três de Maio e alta complexidade no Hospital Vida e Saúde de Santa Rosa;   Que a Secretaria Estadual da Saúde informe a até a segunda quinzena de dezembro/2016,  através do setor competente, os valores devidos pelo estado a cada município  até 31/12/2016.

Em resposta as reivindicações o Secretário disse: que os pagamentos estão sendo realizados conforme foi acordado com a FAMURS, cuja  entidade que tem definido cada mês    quais programas  a serem pagos pela Secretaria. Ao que a região  deve contatar, para que sejam revistos os critérios. Quanto aos  Atrasos nos repasses Municipais,  disse o Secretários que os mesmos serão pagos de forma decrescente. Pois conforme o Secretário "este governo tem compromisso com  as pendências da gestão deste governo, as quais ele quer cumprir" ..... somente depois disso,  começará a apagar saldos devedores do governo anterior. Referente o Reajuste dos Programas e incentivos como: UPA, SAMU, SAÚDE BUCAL, HOSPITAIS, ESF, NASF e outros - o secretário foi claro que não tem recursos pra aplicação dos repasses,  a alternativa será a readequação dos serviços, para que não venha a onerar mais os cofres municipais, em vista de que nem o governo federal e nem o governo estadual terão condições de aumentar o valor dos repasses.

Sobre o Funcionamento da  UTI ABOSCO - o Secretário é conhecedor da necessidade deste serviço bem como da importância da mesma no contexto regional, porém existem tramites obrigatórios e um deles é a necessidade da mesma funcionar pelo menos um ou dois meses, para só depois conseguir ser cadastrada no Governo Federal. Existem tratativas para que isso se viabilize segundo o secretário.         Quanto ao serviço de Traumatologia -  Urgência  e Emergência e Média complexidade no Hospital São Vicente de Paula de Três de Maio, o  Secretário comprometeu-se em rever os contratos, sinalizando possível ajuste no repasse do hospital, para manter o serviço de média complexidade no Hospital de Três de Maio, cujo valor está bem defasado. Outra preocupação dos prefeitos é quanto ao fechamento das contas e o final de mandato. O secretário comprometeu-se  em repassar  informações até a segunda quinzena de dezembro/2016,  dos valores devidos pelo estado a cada município  até 31/12/2016. Isso ajudará os municípios, a justificarem a falta de recursos, salientando que as informações serão repassadas a cada município via FAMURS.

A reunião, foi clara e objetiva, voltamos com a missão de que precisamos nos readequar a uma nova realidade. Não podemos perder a esperança, mas acreditamos que o próximo ano ainda será de muitos cortes, e readequações para que se possa manter os serviços essenciais.

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter