Emater/RS-Ascar e INSS celebram acordo de cooperação técnica para auxiliar beneficiários do meio rural


Um acordo de cooperação técnica celebrado entre o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), através da gerência executiva de Ijuí, e a Emater/RS-Ascar, em relação à reabilitação profissional, foi o tema de reunião realizada nesta quinta-feira (22/07), em Campina das Missões, na região de Santa Rosa, onde deve ser realizado o projeto piloto. A proposta central, em um primeiro momento é a disponibilização de avaliação e treinamento profissional a beneficiários, do meio rural, em programa de reabilitação profissional do INSS, especialmente ao segurado social.  

Participaram da reunião para o nivelamento das atividades, que serão realizadas em um primeiro momento com quatro beneficiários para, depois, ampliar o projeto em outros municípios do Estado, os representantes do INSS - gerente executivo em Ijuí, Ezequiel Moraes, a responsável técnica em reabilitação profissional do INSS, Josenia Franco Bravo e a analista de Seguro Social, Dorothea Terezinha Pedó - e os representantes da Emater/RS-Ascar - supervisor microrregional Joney Braun, a assistente social da gerência técnica Isolete Bacca, as assistentes técnicas regionais na área social Vanessa Gnoatto e Lisete Primaz, bem como a equipe técnica do Escritório Municipal de Campina das Missões, Antônio Jung, Felipe Bieger, Tereza Szast e Valmir Thume.

O INSS irá identificar e fazer os encaminhamentos junto aos beneficiários que necessitam de avaliações e treinamento para sua qualificação profissional, bem como realizar o acompanhamento por meio de visitas periódicas. A Emater/RS-Ascar fará o diagnóstico e o acompanhamento das atividades programadas junto às famílias. Para participar, o beneficiário deve demonstrar interesse e aderir ao programa. "Ele será orientado em relação a tecnologias de humanização do trabalho e atividades que possam promover sua inclusão produtiva, de modo que sua saúde não seja prejudicada", comenta a assistente técnica regional, Vanessa Gnoatto.

A assistente social da Emater/RS-Ascar, Isolete Bacca, esclarece que este acordo de cooperação vem ao encontro do que a Emater/RS-Ascar preconiza através de suas diretrizes institucionais, que prevê a defesa e garantia de direitos bem como a diminuição da penosidade no trabalho. "Nesse contexto, a reabilitação oportunizará que o trabalhador rural possa permanecer no meio rural executando suas atividades laborais, sem prejuízo à sua saúde", comenta.

O trabalho, inserido no Programa de Reabilitação Profissional do INSS, é regido pela Lei de Benefícios da Previdência Social, nº 8213, de 24 de julho de 1991.

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter