Trabalhos são realizados pelo programa de conservação dos solos em Nova Candelaria


Na última semana mais um produtor rural foi beneficiado dentro do programa de uso, manejo e conservação dos solos, desenvolvido no município de Nova Candelária. Na localidade de Duas Esquinas foram feitas bases largas em áreas de terra do Sr. Gilmar Scheid.
A Secretaria da Agricultura em parceria com o Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar realizou primeiramente o estudo da área, com levantamento planialtimétrico da mesma.
Segundo o Engenheiro Agrônomo Fábio Scheid, filho de Gilmar, as bases foram feitas na propriedade da família com o intuito de reter a água da chuva. "As bases largas absorvem a água da chuva, deixando a mesma na lavoura. Dessa forma, o solo permanece com a umidade adequada, fornecendo a quantidade necessária de água para a planta. Logo, esta ação também proporcionará maiores resultados, pois sem déficit hídrico as expectativas de produção aumentam", relata Fábio. 
O impacto da água das chuvas abre valetas no solo e danifica a terra cultivada pelo agricultor. A fim de controlar a erosão, evitando a deterioração do solo e quebra na produção agrícola, a Secretaria da Agricultura combate os danos aplicando técnicas de terracemaneto nas lavouras dos produtores rurais que manifestam interesse em adequar suas áreas de terra. Além de evitar a erosão, o terraceamento também aumenta o aproveitamento da água nas lavouras, disponibilizando o recurso natural por um maior período de tempo para as plantas, reduzindo o impacto de possíveis estiagens.
O maquinário necessário para que seja feito o terraceamento é disponibilizado pela Secretaria de Obras municipal, com metade dos custos para este tipo de serviço, sendo gratuita a abertura dos captadores de água.
O processo exige um estudo detalhado, feito por um profissional da área. É preciso compreender o tipo de solo e suas características, além de dimensionar corretamente os níveis dos terraços conforme a área e a declividade do terreno, pois, caso contrário, em vez de se evitar erosões, pode-se agravá-las. Em Nova Candelária, esse processo é feito gratuitamente pelos profissionais do Escritório municipal da Emater-RS/Ascar, que se deslocam até as propriedades para demarcar o terreno. 
Só no ano de 2015, considerado o "ano internacional dos solos", mais de 40 produtores de Nova Candelária tiveram suas áreas de terra demarcadas e adaptadas.
Esta obra está dentro do programa estadual de conservação dos solos, aderido no ano de 2015 pela Secretaria Municipal de Agricultura.

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter