Técnicos discutem boas práticas agropecuárias para a atividade leiteira na região de Santa Rosa


Extensionistas da Emater/RS-Ascar, o analista do Núcleo Sul da Embrapa Gado de Leite e médico veterinário Rogério Deretti e o professor doutorando em Zootecnia (UFPel) Rudolf Brand Schleiber, discutiram na quarta-feira (15/06), em Santa Rosa, propostas que possam contribuir com boas práticas agropecuárias na atividade leiteira, com foco no ao ajuste de dietas para rebanhos leiteiros. A reunião está inserida na proposta do Protambo, programa coordenado pela Embrapa e desenvolvido em parceria com a Emater/RS-Ascar, na região de Santa Rosa, com a proposta central de transferir tecnologia para o desenvolvimento da atividade leiteira no Rio Grande do Sul com base nas boas práticas agropecuárias.  

Desde o ano passado, estão sendo acompanhadas sistematicamente seis propriedades em Campina das Missões, Porto Mauá e Santa Rosa, para a geração de resultados e, posterior discussão, sobre boas práticas. Participaram também da reunião desta quarta-feira, o gerente regional da Emater/RS-Ascar Flávio Joel Baz Fagonde, o assistente técnico regional da Emater/RS-Ascar, na área de sistemas de manejo animal, Ivar Kreutz, e extensionistas de Santa Rosa, Três de Maio, Alegria, Campina das Missões, São Paulo das Missões, Nova Candelária, Boa Vista do Buricá, Porto Mauá e Santo Cristo. "Ficamos muito contentes com essa aproximação com a Embrapa, contribuindo e compartilhando conhecimentos que chegam aos técnicos e, consequentemente ao campo. Por isso, agradecemos a Embrapa e também aos extensionistas da Emater que contribuem com a pesquisa e com o desenvolvimento das propriedades rurais", comentou Fagonde.

O médico veterinário do Núcleo Sul da Embrapa Gado de Leite, Rogério Dereti, lembra que a atividade leiteira é uma das mais complexas do setor agropecuário, por isso da importância de parcerias como essa e aproximação com extensionistas e produtores. "A atividade começa desde a água disponível na propriedade e não termina no resfriador, pois segue porteira afora até chegar ao consumidor. Sanidade animal, higiene na ordenha, nutrição com disponibilidade de alimentos e água, bem-estar animal, meio ambiente e gestão socioeconômica estão entre as variáveis que devem ser levadas em conta para o desenvolvimento de boas práticas agropecuárias", frisa Dereti.

Já o zootecnista Rudolf destacou que a formulação da dieta deve levar em conta diversos aspectos, "desde pesagem do leite, genética, escore, instalações, deslocamento do animal considerando inclusive o relevo, tempo de lactação, período de inseminação, adequação à realidade da propriedade, aproveitamento do potencial do animal, disponibilidade e estimativa do consumo de forragem, sanidade, composição do leite, entre outros". Foram discutidos também a formulação e cálculo de dietas de acordo com diferentes variáveis.

Em todo o Estado, 60 famílias devem ser beneficiadas pelo Protambo, ao longo de três anos, com o apoio de diferentes entidades, Emater/RS-Ascar, cooperativas e associações.

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter