Audiência pública aprovou instalação de usina de etanol-bioenergia na região celeiro


Audiência pública regional sobre instalação de uma usina de etanol-bioenergia foi realiza em Campo Novo, no Corede Celeiro. Ao final da audiência, na sede da Associação dos Funcionários da Cotricampo (Afucampo), foi aprovado por unanimidade pela região celeiro a instalação desta unidade da Usina Proetanol no município de Campo Novo. A expectativa é que ela possa gerar, além de etanol, ração para alimentação animal, CO2 (dióxido de carbono), óleos e energia elétrica. O objetivo é buscar alternativa sustentável ao uso de combustível derivado de petróleo.
 
Os Promotores da audiência pública foram,  Administração Municipal, Associação dos Municípios da Região Celeiro (Amuceleiro) e Associação das Câmaras Municipais da Região Celeiro (Acamrece). Apoiaram a iniciativa, a Emater/RS-Ascar, Cooperativa Tritícola Mista Campo Novo (Cotricampo), Câmara Municipal de Vereadores, Coordenação Proetanol Região Celeiro e Projeto Proetanol.
 
O governador José Ivo Sartori foi representado no evento pelo gerente da Emater/RS-Ascar da região administrativa de Ijuí, Carlos Turra.
Coordenador estadual do projeto Proetanol, engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar, Valdir Zonin, disse que o Rio Grande do Sul tem área agricultável disponível à produção de cereais e tubérculo (batata-doce), usados na produção de etanol. Zonin mencionou triticale, sorgo grão e arroz gigante como matérias-primas usadas na produção do etanol amiláceo, álcool produzido a partir de matéria-prima rica em amido.
 
Nesta audiência ficou acertado que a AMUCELEIRO fará uma reunião com todos os prefeitos para tratar de um possível consórcio regional. Também será tratado na mesma reunião, de quais os municípios que irão instalar Viveiros de mudas, das matérias Primas. (Eucalipto e Acácia). Estando tudo pronto, para o início da obra deverá levar de 3 a 4 anos, mas em torno de 2 anos já estará começando a gerar empregos, pois antes da construção desta obra, terá que ser feito toda a infra estrutura da área, além de que em torno de 2 anos já deverá ser plantada as áreas de matéria prima para a Lenha, pois quando começar a construção de fato, levará em torno de 1,5 a 2 anos para estar concluída.
 
Também foi aprovado a criação da Coordenação Regional do Proetanol, devendo os municípios indicarem um técnico para fazer parte da coordenação.
No encontro todos os municípios estavam presentes, representados pelos seus prefeitos, vice prefeitos ou por secretários.  Além do coordenador geral do Proetanol, Clécio Weber; o diretor de pesquisa da Vinema, Vilson Machado; o representante da Amuceleiro e Famurs, João Hickmann; o presidente da Cotricampo, Gelson Bridi; o representante da Terra Indígena do Guarita, Silvino Amaral; os pesquisadores da Embrapa Trigo, Jorge Lemanski e Alfredo do Nascimento; e o assistente técnico regional de Sistemas de Produção da Emater/RS-Ascar, Gilberto Bortolini.
 
Dados que a Usina irá gerar.A Usina de proetanol/amiláceas, gerá  40 vezes menos poluentes do que a Gasolina.A Usina de Campo Novo irá gerar 300 mil litros de Etanol por dia.240 mil Kg de CO2 por dia.240 mil Kg de farelo por dia, que transformando em ração dará em torno de 500 mil kg de ração animal por dia.
 
Ira gerar 12 MWh de energia elétrica, sendo consumido pela Usina somente 2 MWh e repassado para a rede da RGE 10MWh.
 
Poderá se instalar mais 8 empresas, que virão acopladas a esta.
 
E 80% do Produto Final ficará na Região.

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter