Ações de conservação do solo são intensificadas em Caibaté


Durante os meses de maio e junho deste ano, a equipe da Emater/RS-Ascar de Caibaté intensificou atividades relacionadas à conservação do solo em propriedades rurais. Demarcação de curvas de nível e de terrações foram solicitadas por diversos produtores locais.  

De acordo com o engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar, Jaderson dos Anjos Toledo, as fortes chuvas ocorridas no final de 2015 causaram muitos estragos nas lavouras, sendo verificados problemas como erosão laminar, em sulcos e até voçorocas, principalmente nas áreas em que não eram adotadas práticas de conservação do solo. "No intuito de minimizar tais problemas, foram demarcados terraços em nível nas áreas de lavoura, buscando reter, infiltrar ou até mesmo escoar lentamente as águas das chuvas. Desta forma se quebra a energia cinética da água, diminuindo sua velocidade de escoamento superficial na lavoura e, consequentemente, seu potencial em provocar danos", comenta o extensionista.

Nos últimos dois meses, os trabalhos realizados já beneficiaram cerca de 60 hectares nas propriedades dos agricultores Albino de Mattos Martins, Horácio Castanho e Geovane Leal da Silva, na comunidade do Rincão da Conceição; Jorge Hutsik, na comunidade da Vista Alegre; Arno Lauermann, na comunidade do Pessegueiro e Eduardo Beno Schons, na comunidade de Colônia Brasileira. 
Os agricultores também foram orientados sobre a importância da rotação de culturas e das plantas de cobertura na mitigação do processo erosivo, com a intenção de evitar que o solo fique descoberto em certas épocas do ano.

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter