Produtores gaúchos devem colher 150 mil toneladas na safra de bergamotas


O setor citrícola do Vale do Caí é considerado o mais importante do Rio Grande do Sul. Na safra de bergamotas de 2016, das 150 mil toneladas que serão colhidas no estado, 110 mil são produzidas na região, por 210 citricultores, em 500 hectares. A principal variedade a 'Caí', uma das mais conhecidas pelos gaúchos. Segundo dados da Emater - RS, 30 mil toneladas são direcionadas à produção de óleo de bergamota, processado por cinco empresas da região, muito utilizado pela área alimentícia e, para exportação, na produção de perfumes franceses. Devido às condições climáticas, ideais para o desenvolvimento da fruta, o início da colheita está muito bom e a expectativa dos produtores é que continue assim.
Para promover a fruta e valorizar esse potencial produtivo, a prefeitura de São Sebastião do Caí, promoveu, nesse sábado (14), a Abertura Festiva da Safra de Bergamota de 2016, na propriedade de Maurício de Freitas.
O vice-governador José Paulo Cairoli, representando o governo do Estado na solenidade, destacou os bons resultados do setor e a importância dos produtores rurais para a economia. "Esta região é um exemplo, que mostra que é possível o setor da agricultura familiar e o poder público unirem-se para construir um projeto com um conceito diferente, não fragmentando, mas com uma visão mais ampla e dimensão maior de mercado, colhendo os resultados". Acrescentou que o momento é de grandes transformações e os interesses coletivos devem se sobrepor aos interesses pessoais para a construção de uma sociedade melhor. "O início da colheita é o início da realização do trabalho feito antes", concluiu.
Darci José Lauermann, prefeito de São Sebastião do Caí, destacou a importância do trabalho dos produtores e do apoio recebido da Emater para o desenvolvimento da região. Anunciou a doação de 90 mil mudas cítricas aos produtores e divulgou a 20ª edição Festa Nacional da Bergamota e das Flores, que ocorre a partir da próxima sexta-feira (20) até 5 de junho e está sendo organizada somente com recursos da iniciativa privada, "Nem sempre o setor público pode ajudar, mas nunca pode atrapalhar quem produz", acrescentou.
Durante a solenidade foram homenageados os produtores Maurício de Freitas e Cacildo Coelho da Cruz Sobrinho e Derli Paulo Bonine, engenheiro agrônomo da Emater, na regional de Estrela. O evento contou com a presença de Álvaro Boessio, deputado estadual, de Luiz Alberto Costa de Oliveira, vice-prefeito, e de Carlos Augusto Laguemann, gerente adjunto da Emater de Lajeado.

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter