Brasileirão 2016 terá controle de dopagem fora-de-competição


Em 2016, o Campeonato Brasileiro de futebol vai passar a contar com controle de dopagem fora-de-competição. A medida faz parte de um acordo entre a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e a Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD). O compromisso entre as entidades transfere a Autoridade de Teste de controle de dopagem do futebol profissional da CBF para a ABCD. No acordo, o controle de dopagem fora-de-competição vai ser feito pela ABCD. Para o controle de dopagem durante as partidas, a CBF passa a ter a autoridade para a coleta das amostras, conforme já é feito hoje. O compromisso foi firmado pelas entidades, na última sexta-feira (29.04). A Autoridade vai fazer também a gestão dos resultados de cada controle. A entidade vai informar todos os casos adversos para a CBF, que vai ter a responsabilidade de informar o clube do jogador. Já a ABCD comunica o atleta envolvido no caso. Todos os jogadores de futebol profissional registrados na CBF podem ser submetidos ao controle de dopagem. Também ficou estabelecido que a Autoridade é responsável pela Autorização de Uso Terapêutico, conhecida como AUT. A AUT é solicitada quando um atleta, por razões médicas, está usando ou precisa usar medicação específica que contenha substâncias da Lista de Substâncias e Métodos Proibidos pela Agência Mundial Antidopagem. O secretário nacional da ABCD, Marco Aurelio Klein acredita que a ação conjunta vai permitir um controle de dopagem ainda mais amplo e sofisticado, além de maior ação de educação e prevenção no âmbito do futebol.

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter