Vacinação contra a Gripe H1N1 inicia dia 25 em Santa Rosa


A Fundação Municipal de Saúde- FUMSSAR, confirmou em reunião realizada com o Coordenador da 14ª Coordenadoria Regional de Saúde, Jorge Krechowieski, o inicio da  campanha de vacinação  contra a gripe H1N1 no próximo dia 25.  Elisiane Bisognin, diretora da Gestão de Atenção Primária em Saúde, destaca que a antecipação é uma definição da Secretaria de Saúde do Estado, de acordo com a distribuição das doses.      Elisiane ressalta que em Santa Rosa a meta é vacinar 20.726 pessoas pertencentes aos grupos prioritários para os quais a vacina é destinada: crianças maiores de 6 meses e menores de 5 anos, gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), pessoas com 60 anos ou mais, pessoas com comorbidades, com atestado médico (doenças crônicas respiratórias, do coração, com baixa imunidade, entre outras), trabalhadores da saúde e população prisional.


            A diretora destaca que juntamente com a vacinação,  a prevenção e o tratamento são os eixos que compõem enfrentamento à influenza. Entre os cuidados que se destacam, está a proteção da boca e nariz ao tossir e espirrar, cobrindo-os preferencialmente com a dobra do cotovelo ou lenço descartável, evitando o uso das mãos. Também ressalta- se a importância de lavar as mãos com freqüência, com água e sabão ou utilizando álcool em gel. Importante divulgar estas informações de prevenção junto às salas de espera, local de maior aglomeração de pessoas nos postos de saúde.


            Para o tratamento em tempo oportuno, a recomendação é de que ao sinal de febre alta de início súbito, acompanhada  de  tosse  ou  dor  de  garganta e demais sintomas de gripe, a pessoa procure atendimento. O antiviral Oseltamivir, de nome comercial Tamiflu, está disponível no município gratuitamente nos postos de saúde e nos dois hospitais. "O uso deste medicamento  no início dos primeiros sintomas da gripe é fundamental para impedir o agravamento dos casos" Frisou Elisiane.

Délcio Stefan presidente da FUMSSAR destaca que é muito importante   a vacinação  e que toda a rede do município está mobilizada para a campanha e também para atendimentos necessários.

 

Nesta última sexta -feira  foram confirmados  dois óbitos  por H1N1 em pacientes de risco que não foram vacinados na campanha de 2015. 

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter