Brigada Militar de Santa Rosa registrou nesta segunda-feira um estelionato e uma tentativa de estelionato


A Brigada Militar, através de uma guarnição do 4º Batalhão de Polícia de Área de Fronteira (4º BPAF), no começo da tarde de segunda-feira, conduziu uma senhora de iniciais R.M. para a Delegacia de Polícia onde comunicou que enquanto caminhava sozinha foi abordada por uma mulher pedindo informações. Que posteriormente chegou um homem jovem, bem vestido, com cavanhaque, para supostamente ajudar na informação. Este homem mandou a vitima entrar em um carro cinza, sendo que durante o percurso a vitima foi vendada e a mulher que pedia informações disse que possuía um bilhete premiado. O homem, condutor do veiculo, disse para ir até a Caixa Econômica Federal para sacar o premio. Na agencia, a vitima entrou sozinha e sacou a quantia de R$ 5.000,00 (cinco mil reais), então saiu da agencia e entregou o dinheiro a mulher, que entraram no veiculo e foram ate outra agencia da CEF, (próximo ao mercado Nacional) e a vitima foi ameaçada pelo homem, qual lhe disse para não gritar ou tentar fazer qualquer sinal, sob pena de ser morta. Que novamente entrou na agencia sozinha e sacou mais R$ 5.000,00, tendo que entrar no veiculo novamente ao sair, entregando o dinheiro ao homem, o qual repassou para a mulher por a quantia na bolsa. Neste momento a mulher pediu para ver uma coisa no celular da vitima e não mais o devolveu. Que deram algumas voltas no centro da cidade e deixaram a vítima próxima da rótula do Nacional. Ao deixarem a vitima neste local disseram para ela não avisar a policia, pois ela poderia ser morta. Assim, a vítima foi para casa e contou para o marido o qual avisou a polícia. A mulher aparentava 50 anos, era gorda, roupa preta e o cabelo era crespo preto. 


Tentativa de estelionato


 A Brigada Militar, através de uma guarnição do 4º Batalhão de Polícia de Área de Fronteira (4º BPAF), às 16h40min do dia 01 de agosto de 2016, o senhor de iniciais J.V.K. relatou que estava em sua residência, onde recebeu uma ligação ás 09 horas e 13 minutos do dia 1° de Agosto de 2016, do telefone numero 85-98871-0240, onde identificou-se Anderson Correia Sampaio, dizendo que era funcionário da Operadora OI, relatando que seu crachá era numero 3346827196 e matricula 4122/38597-6 e que tal ligação estava sendo gravada, pois devido a uma recarga que a vitima havia feito teria participado de um sorteio, sendo que cinco pessoas haviam ganhado o valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais) e uma motocicleta Titan, marca Honda, sendo a vitima um dos ganhadores e que para retirar o valor teria que ir em uma casa lotérica, passar o telefone para uma atendente e ele daria as instruções para sacar o valor. Então, a vitima foi até uma Casa Lotérica, onde foi atendido, passando seu telefone para esta atendente a qual iniciou conversa com o autor, que solicitou para que fizesse um depósito no valor de R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais)na Agencia da Caixa Econômica Federal numero X56X, conta XX9779, pertencente a Maria Fabiane Almeida Matos, e o mesmo valor na Agencia numero X1X4, conta: X47X70, pertencente a David Cavalcant, e o mesmo valor em outra conta, Agencia X1X4, conta:14XX80 em nome de Rogério Barbosa da Silva, sendo que a atendente verificou as contas e fotografou a imagem das mesmas no seu monitor, não efetuando nenhum depósito em tais contas. Então, devolveu o telefone para a vitima, sendo que o autor continuou na linha, informando que os depósitos não foram efetuados e que a vitima era para ir até uma Agencia do Banco Bradesco para efetuar o saque do premio naquela agencia. A vitima solicitou, então, qual o procedimento para retirar o premio da motocicleta e o autor disse que primeiro pagaria o valor em dinheiro, posteriormente era para a vitima ir até uma revenda da Honda para retirar a motocicleta. Ao final, a vitima se identificou como Policial Militar, então o autor desligou e não mais fez contato com a vitima. A atendente da casa lotérica relatou que também já foi vitima de fato semelhante.

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter