ATO PÚBLICO EM TRÊS DE MAIO E PROPOSTAS APROVADAS NA ASSEMBLEIA GERAL


Cerca de 15 mil educadores fizeram com que o dia 18 de agosto de 2015, entrasse para a história da educação gaúcha. A Assembleia do CPERS/sindicato lotou o Gigantinho, e decidiu deflagrar greve, por tempo determinado, nos dias 19, 20 e 21 de agosto. A decisão foi ao encontro da tomada pelos demais servidores, formando, assim, a Greve Unificada. A paralisação é uma resposta aos frequentes ataques do governo Sartori e seus aliados contra os direitos dos servidores do funcionalismo público estadual que sequer respeita o pagamento dos salários em dia e na sua integralidade.

Foi aprovado também manter estado de greve se o governo não pagar os salários na integralidade e não retirar os PLs que atacam os servidores e serviços públicos e retomar a greve nos dias 31 de agosto, 1ª, 2 e 3 de setembro, chamando para um Conselho Geral Ampliado para definir os rumos do movimento.

Na sexta-feira, dia 21 de agosto, será realizado um Ato público às 10 horas, na Praça da Bandeira em Três de Maio. Convidamos todos os professores, funcionários de escola, aposentados, comunidade escolar (pais e alunos) e demais servidores públicos estaduais para participarem deste Ato Público.

Caso as escolas que estejam em greve dos municípios de abrangência do núcleo queiram participar, devem entrar em contato via telefone com o núcleo para acertar o transporte.

Fonte: 35º Núcleo - CPERS/Sindicato
 

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter