Atendendo a seis municípios, agência do FGTAS/SINE de Três de Maio enfrenta desafios para intermediação de vagas


Atendendo a seis municípios, agência do FGTAS/SINE enfrenta desafios para intermediação de vagas

Para permanecer em atividade, unidade local deve cumprir meta de colocar mais trabalhadores no mercado de trabalho

Com mais de 30 anos em atividade e atuação em seis municípios da microrregião, a agência da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS) e Sistema Nacional de Emprego (SINE) de Três de Maio desempenha importante papel social para os trabalhadores e é grande aliada das empresas que buscam preencher vagas.

Atualmente, sob a coordenação de Vera Naressi e suporte dos colaboradores Riel Noschang e Otávio Luís Golimbievski, a agência presta serviços de captação de vagas, intermediação de mão de obra, encaminhamento de Seguro-Desemprego, confecção de Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), entre outros.

Num universo de mais de 140 agências do FGTAS/Sine instaladas em diversos municípios no Estado do Rio Grande do Sul, a unidade local necessita de melhorias na infraestrutura, visibilidade e acessibilidade. Mas estas não são as únicas demandas. No momento, a maior delas é continuar de portas abertas, prestando um serviço essencial, e gratuito, à população.

Segundo Vera, manter a agência em funcionamento é uma prioridade. Mas para isso, é preciso alcançar metas, impostas pela FGTAS/Sine e Ministério do Trabalho. "Temos que cumprir a meta de colocar mais trabalhadores no mercado de trabalho. Em média, por dia, temos de 5 a 7 encaminhamentos de Seguro-Desemprego e, às vezes não conseguimos colocar este número de trabalhadores efetivados nas empresas", compara.

Neste sentido, a coordenadora busca parcerias de empresários e empreendedores locais para que ofereçam suas vagas por intermédio do Sine. "Colocamos nossos serviços de intermediação de mão de obra à disposição das empresas, gratuitamente, sem cobrança de taxas, nem para o empregador, nem para o trabalhador. O Sistema utilizado na rede de atendimento do Sine é de uso nacional e conta com o maior banco de dados de trabalhadores do País", informa.

Vera avalia que através desta parceria as empresas só têm a ganhar. "O Sine realiza avaliações sobre o mercado de trabalho e busca com os empregadores delinear o perfil do profissional desejado", declara.

Conforme a coordenadora, muitas empresas do município já foram visitadas e aderiram a esta forma para preencher vagas. "Convidamos a empresa a preencher um cadastro. Neste cadastro, os empregadores informam as vagas de emprego disponíveis e, os trabalhadores inscritos no Sine têm a oportunidade de buscar esta vaga e, posteriormente, serem contratados".

Vera reafirma o papel social do FGTAS/Sine: "estamos à disposição para auxiliar o mercado de trabalho local e microrregional, oferecendo serviço público de qualidade e promovendo a empregabilidade na nossa cidade e microrregião".

Por outro lado, sobre as melhorias na infraestrutura da unidade, a coordenadora ressalta que várias audiências já foram realizadas com o prefeito Olívio José Casali e com o presidente do FGTAS/Sine RS, Juarez Santinon. "O objetivo é melhorar a parte interna, visando oferecer um ambiente acolhedor e agradável aos usuários do serviço. Além disso, aprimorar a acessibilidade e visibilidade, para que mais pessoas tenham acesso e saibam onde a agência do Sine está localizada", finaliza.

IMPORTANTE LEMBRAR:

- No Estado, são mais de 140 agências FGTAS/Sine. Na microrregião, a unidade de Três de Maio atende aos trabalhadores e empresários locais, além de Alegria, Independência, São José do Inhacorá, Boa Vista do Buricá, Nova Candelária e São Martinho. Se a agência local fechar, o atendimento mais próximo será em Santa Rosa.

AGÊNCIA FGTAS/SINE TRÊS DE MAIO

- Serviços oferecidos: captação de vagas, intermediação de mão de obra, encaminhamento de Seguro-Desemprego, confecção de Carteira de Trabalho e Previdência Social - CTPS, entre outros.

- A agência repassa as vagas para divulgação na página da FGTAS/Sine na internet e na imprensa local.

OS NÚMEROS DO SINE

- Em 2014, 102 trabalhadores foram colocados no mercado de trabalho com intermediação do Sine local. Em 2015, o número caiu para 38. Este ano, de 1 de janeiro a 31 de março, o Sine local tinha 284 trabalhadores inscritos; sendo destes, 275 encaminhados ao empregador. Contudo, apenas 23 colocações.

- De janeiro a março de 2016, o número de encaminhamentos de Seguro-Desemprego chegou a 392. No mesmo período de 2015, foi superior, alcançando 489.

- Em relação a Carteiras de Trabalho (CTPS), de janeiro a março 2016 foram emitidas 305 carteiras.

- O Sine local possui 6.491 trabalhadores cadastrados em seu banco de dados.

Outras informações e esclarecimentos com a coordenadora Vera Naressi, pelo fone 3535-1841 ou pelo e-mail tresdemaio@fgtas.rs.gov.br .

 

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter