A NEVE DE 20 DE AGOSTO DE 1965


No dia 20 de agosto de 1965, por volta das 10 horas da manhã, iniciou a precipitação de neve, em toda nossa região, fato inédito e não mais repetido até os dias atuais.

Nevou à tarde toda, continuou à noite, prosseguiu no outro dia, apenas cessou com a chegada da chuva, quando parou de chover veio o sol que derreteu a neve.

No dia 21 falecia o Sr. Albino Bayer, residente em Tuparendi, acontecimento que marca o dia que houve a precipitação da neve.

Em alguns casos, as camadas eram superiores a um metro de espessura, cobrindo de branco toda a vegetação, terra, casas e ruas.

Muitas pessoas que presenciaram o acontecimento ficaram com medo, entocadas nas suas residências, enquanto outros aproveitaram o fato inédito para brincarem, fazendo bonecos, bolas de neve para se atirarem uns aos outros, etc, havia gente que ficou com medo que a casa desabasse e passaram a tirar os flocos de neve dos telhados com enxadas, para evitar a queda do telhado, devido ao peso que se acumulou, tiravam também ao redor da casa, de medo que pudesse cobrir a residência e que não pudessem sair, pois não sabiam quando iria parar de cair a neve.

A maior precipitação de neve do século no Estado do Rio Grande do Sul havia ocorrido em 1942, na região serrana foi mais intenso.

Na foto aparece de guarda-chuva o Sr. Ademar Schroeder, a esquina das atuais Av. Uruguai e Av. Tucunduva, a atual Praça Aquiles Turra e parte da cidade de Tuparendi.
 
Texto: Vilson Winkler

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter